O câncer é um tumor maligno, resultante de alterações genéticas, ou seja, quando nossas células sofrem mutações aleatórias durante a divisão natural do organismo. Elas perdem o controle de sua proliferação, crescimento, diferenciação e/ou apoptose, dando origem a outras células alteradas. Essas células alteradas formam uma lesão expansiva, que aumenta de tamanho com o passar do tempo.


Todos os cânceres são causados por alterações genéticas nas células tumorais. Essas alterações podem ser geradas pela exposição a agentes carcinogênicos - como má alimentação, tabagismo, alcoolismo, sedentarismo - ou por causa hereditária - incidência da doença em parentes próximos. Entretanto, as alterações genéticas causadoras do câncer têm causas desconhecidas ou não identificáveis em grande parte dos casos. Além disso, o envelhecimento pode predispor ao surgimento de alterações genéticas nas células, motivo pelo qual a incidência do câncer geralmente aumenta com a idade mais avançada.


De acordo com a Organização Mundial da Saúde, na luta contra o câncer, 04 pilares norteiam a luta contra a doença:

  1. Escolhas de Vida Saudável, onde com hábitos saudáveis como alimentação, atividade física, por exemplo, ajudam a reduzir os fatores de risco sociais e ambientais para o câncer.
  2. Detecção Precoce, acesso a programas, exames e informações sobre a detecção precoce dos tumores, contribui para a significativa redução da incidência do câncer.
  3. Tratamento para todos, reflete a luta que todas pessoas têm pelo direito de acesso ao tratamento de qualidade contra a doença, tendo a garantia de igualdade, independentemente de ser por recursos pessoais ou públicos.
  4. Qualidade de Vida é um direito humano, quando buscamos compreender a importância da nossa saúde emocional, mental e física. Por isto, a diminuição do estresse e ansiedade do dia a dia, podem ser atitudes que ajudam na luta contra a doença.